O governo de Rondônia vai receber R$ 90 milhões para investimentos em segurança, educação, saúde e infraestrutura, como compensação pela construção da Usina Hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira. Os recursos serão repassados pela concessionária Energia Sustentável do Brasil, responsável pelo empreendimento.

De acordo com o governador de Rondônia, Ivo Cassol, a equipe técnica do governo vai trabalhar durante a madrugada na documentação que foi encaminhada pela empresa para que a Secretaria Ambiental possa conceder o aval para a construção da usina.

Após participar de uma reunião com representantes da Eletrobrás, da concessionária e da Casa Civil da Presidência da República, Cassol disse que cerca de R$ 50 milhões serão usados na construção de novas vagas nos presídios do estado. Segundo ele, nos últimos meses o número de presos aumentou de 70 para 120 por mês.

“De um lado tem o crescimento e geração de empregos, mas não podemos esquecer que estão indo muitos marginais para o estado e usufruindo desse crescimento”, disse.

O governador também garantiu que vai enviar em breve à Assembléia Legislativa uma proposta para autorizar o repasse ao Ministério do Meio Ambiente de uma área do estado que será alagada para a formação da represao da usina.

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que também participou da reunião, garantiu novamente que a licença de instalação para a construção da usina deverá ser concedida amanhã (3) pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Governo de Rondônia e construtora chegam a acordo compensatório para construção de Jirau

Sem mais artigos