O governo federal prorrogou por mais três meses a redução de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a chamada linha branca, que inclui fogões, geladeiras e máquinas de lavar.

Durante pronunciamento oficial realizado nesta quinta-feira (29), o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que o benefício fiscal que acabaria neste sábado, só vai valer para eletrodomésticos com selo A e B de consumo de energia. A desoneração para os itens da linha branca foi planejada para vigorar inicialmente apenas de abril a junho. O novo prazo passa a vigorar a partir de 1º de novembro.

Segundo Mantega, a medida propicia uma melhora no trabalho da dona de casa e ao mesmo tempo, gera mais empregos e investimento no segmento.

“A redução do IPI será maior para produtos com selo ambiental. A redução será repassada para o consumidor e haverá uma maior contratação de mão de obra nas empresas deste setor”, explicou o ministro, durante coletiva de imprensa.

Governo mantém desconto de IPI para linha branca

Sem mais artigos