A última quinta feira, dia 13, foi um dia de luto para os amantes da guitarra elétrica e de música em geral, já que o músico e luthier americano Les Paul, inventor do instrumento que leva seu nome e da tecnologia de gravação multipista, morreu vítima de complicações de uma grave pneumonia com 94 anos de idade.

Muitos fãs da guitarra Les Paul e músicos em geral ficaram comovidos com a morte de Paul, incluindo alguns dos maiores guitarristas em atividade no mundo como Slash (Guns N’ Roses e Velvet Revolver), Paul Stanley (Kiss), Richie Sambora (Bon Jovi) e o guitar hero Joe Satriani (atualmente no Chickenfoot).

“Les Paul foi um brilhante exemplo de como alguém pode ser cheio de vida”, disse Slash, um dos maiores fãs da guitarra Gibson Les Paul que já andou pela Terra. “Ele era muito vibrante e vivia cheio de energia positiva. Eu estou honrado de tê-lo conhecido e tocado com ele através dos anos. Ele era mesmo brilhante.”

Em entrevista à Associated Press, Paul Stanley e Joe Satriani não pouparam elogios ao velho músico.

“Seu nome virou ícone de aspiração de todos os guitarristas virtuosos do rock. A guitarra que ele criou  virou um marco na história da grande música que foi feita nos últimos 50 anos”, disse o guitarrista do Kiss.

Satriani foi além e disse que Paul era o “guitar hero original”, que tocou com ele no último mês de outubro em uma apresentação especial e que “Les Paul ainda estava destruindo.”

Já em conversa com o NME, o guitarrista do Bon Jovi afirmou que o trabalho de Paul como músico e luthier revolucionou o negócio da música.

“Les viveu uma longa vida e cumpriu muitos de seus objetivos, então estou muito feliz por ele nesse sentido. Fico feliz dele ter tido a chance de ver que era uma lenda em seu próprio tempo, enquanto ainda estava vivo”, declarou emocionado Richie Sambora.

Grandes guitarristas do rock mundial prestam homenagem ao falecido Les Paul

Sem mais artigos