Para quem reclama que as baladas estão muito parecidas, vale chegar no saguão do cine Reserva Cultural nesta sexta-feira (10) a partir das 11h30. É quando estreia o projeto Talk’n’Dance, que junta cinema, talk show e set de DJs num lugar só.

Nesta primeira edição, sobe ao palco o cineasta Heitor Dhalia (O Cheiro do Ralo, À Deriva) para ser entrevistado ao vivo pelo jornalista de cinema Christian Peterman. Antes disso, Christian faz um som mais ambiente, colocando só trilhas sonoras.

Depois da conversar com o cineasta, chega a hora da balada. É a vez do público ouvir e dançar os sets de Rafael RM2 e a da cantora Madame Mim, em sua faceta DJ. É a hora do Reserva Cultural virar uma boate.

A idealização do Talk’n’Dance é de Christian Peterman e do empresário Luiz Fernando Almeida. “Tinha vontade de introduzir uma nova proposta para evento cinematográfico e o Luiz comentou como a noite paulistana, mais uma vez, estava carente de novos conceitos. Juntando as vontades numa conversa que foi longe, chegamos a este formato: uma entrevista ágil, jovem e pop, sempre com figuras que têm o que dizer, seguida de pista animada”, explica Christian.

Currículo para os dois não falta: Christian é um dos mais conhecidos críticos de cinema de São Paulo. Participa da votação do Guia da Folha toda semana, tem um quadro no programa do Ronnie Von, de dicas de filmes, escreve para as revistas Junior e Rolling Stone, e frequentemente participa de júris de festivais (ele é jurado atualmente do 4º Festival de Cinema Latino-Americano, no Memorial da América Latina). Luiz Fernando é uma figura conhecida da noite de São Paulo. Há alguns anos, ele abriu sua própria agência de DJs, a Super Bacana.

O próximo Talk’n’Dance traz para a conversa o diretor Esmir Filho (de “Tapa na Pantera” e que lançou seu primeiro longa esse ano, Os Famosos e os Duendes da Morte). Depois, ele ataca as picapes ao lado do roteirista e diretor Ricky Mastro e do DJ Hubert (que é DJ mesmo). “O DJ convidado não será obrigatoriamente da área de cinema,” explica Christian. “Ele pode pertencer à área das comunicações ou da moda, mas será obrigatoriamente ‘não-profissional’, não ligado a agências de DJ.”

Christian conta que pretende disponibilizar as conversas do Talk’n’Dance no YouTube.

E quais as trilhas sonoras mais dançantes na opinião do crítico?

“Em termos dançáveis, são trilhas que atuam como coletâneas de faixas, usualmente pop/rock. Neste caso, pensando apenas nas duas últimas décadas, há várias trilhas/seleções musicais que legaram faixas para as pistas de dança, como Trainspotting e Pulp Fiction. Mas, para fugir um pouco do óbvio, seleciono duas trilhas sonoras brasileiras que têm faixas muito dançantes e genuínas: a trilha de Edson X para o documentário esportivo Ginga – A Alma do Futebol Brasileiro e a de Marcus Cunha para o documentário de surfe Fábio Fabuloso (que vou tocar nesta sexta no Talk’n’Dance).

TALK’N’DANCE
Reserva Cultural
Avenida Paulista, 900 tel.: 3287-3529
Horário: a partir das 23h30
Entrada: R$ 19 para o talk show, com direito à festa (meia-entrada: R$ 9,50); R$ 20 exclusivamente para a festa, com R$ 15 na lista amiga (talkndance@yahoo.com.br); consumação a parte

Heitor Dhalia participa de talk show/balada nesta sexta

Sem mais artigos