O líder da Sociedade Universal Hinduísta, Rajan Zed, demonstrou preocupação em relação às filmagens do próximo filme de Julia Roberts, <i>Comer, Rezar, Amar</i>, adaptação do best-seller homônimo da escritora norte-americana Elizabeth Gilbert

A obra conta a história da escritora, que após enfrentar um divórcio desgastante, resolve fazer uma longa viagem pelo mundo para salvá-la da depressão. Julia Roberts vai interpretar a protagonista que, em busca de elevar seu espírito, passa quatro meses em um ashram, tipo de retiro hinduísta, varrendo o chão do local.

Entretanto, Rajan receia que a adaptação seja apenas mais um projeto hollywoodiano que caracterize a Índia de uma maneira superficial. “O hinduísmo e suas crenças são normalmente retratados de maneira enganosa pelo Ocidente”, disse o líder para o <i>Hollywood.com</i>.

“Eu imploro para que os cineastas mantenham as tradições de maneira autêntica. Uma representação falsa não seria justa com os hindus e nem com o hinduísmo”, afirmou. “Se os produtores precisarem de alguma ajuda com a retratação do hinduísmo e seus costumes, eu ou outros mestres hindus ficaremos contentes em ajudar”, completou Rajan.

As filmagens de <i>Comer, Rezar, Amar</i> já começaram e a estreia do filme é prevista para 2011. Além de Julia Roberts, Billy Crudup (<i>Quase Famosos</i>) e James Franco (<i>Homem-Aranha</i>) também estão no elenco.

Sem mais artigos