Uma semana depois de Tóquio perder para o Rio de Janeiro a disputa pelos Jogos de 2016, as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki consideram a possibilidade de apresentar de forma conjunta sua candidatura para a edição do evento em 2020, informou hoje o canal de televisão NHK.

Alvos dos ataques nucleares que no fim da Segunda Guerra Mundial, as cidades analisaram a ideia em agosto, durante uma reunião da organização antinuclear Prefeitos para a Paz.

A agência local Kyodo informou que as autoridades de Hiroshima planejam conversar com o comitê olímpico japonês em um futuro próximo. Já Tóquio ainda não decidiu se tentará novamente ser sede dos Jogos na disputa por 2020.

Segundo as normas do Comitê Olímpico Internacional (COI), cada país pode ter apenas uma cidade como candidata. A sede dos Jogos de 2020 será decidida apenas em 2013.

Em 1994, a cidade de Hiroshima já sediou os Jogos Asiáticos – versão regional das Olimpíadas, com a presença de 7.300 atletas de 42 países.

História

Entre os dias 6 e 9 de agosto de 1945, Hiroshima e Nagasaki foram alvos de um bombardeio nuclear do Exército americano.

Acredita-se que morreram cerca de 140 mil pessoas em Hiroshima, e outras 74 mil em Nagasaki. Nos meses e anos posteriores, o número de vítimas aumentou em outras 400 mil devido às radiações, cujos efeitos ainda são refletidos em mais de 270 mil sobreviventes.

Hiroshima e Nagasaki pensam em candidatura conjunta aos Jogos Olímpicos de 2020

Sem mais artigos