Um garoto negro de 14 anos foi preso na segunda-feira passada (26) por agressão e preconceito racial. O adolescente atacou um rapaz de 22 anos que ouvia rap, alegou que brancos não deveriam ouvir esse tipo de música. A polícia de Palm Bay, Florida, considerou a agressão como crime de preconceito racial.

Segundo a porta-voz da polícia Yvonne Martinez, a vítima andava pela rua ouvindo música quando foi abordado pelo adolescente. O jovem delinquente disse que a vítima não podia ouvir rap por ser branco e que “pessoas brancas não deveriam ouvir rap”.

O absurdo não parou por aí. “A vítima disse então que podia ouvir o tipo de música que quisesse”, contou Martinez. Nesse ponto as agressões deixaram de ser verbais e passaram a ser físicas, encorajadas por um grupo de amigos do agressor.

A polícia foi chamada e o adolescente acabou preso Centro de Detenção Juvenil e fichado por agressão e preconceito racial.

Sem mais artigos