Um homem sul-africano de 61 anos foi assassinado por sua esposa e seus filhos após uma discussão por querer assistir pela televisão, no domingo passado (13), a partida da Copa do Mundo entre Alemanha e Austrália, enquanto seus familiares desejarem ver um programa musical.

O fato aconteceu no oeste de Polokwane, cidade onde fica o estádio Peter Mokaba, uma das sedes do Mundial. Segundo a agência sul-africana Sapa, David Makweya queria ver o jogo, mas sua mulher, Francina Makweya, de 58 anos, seu filho John, de 36, e sua filha Lebo, de 23, preferiam outro programa de TV.

Os acusados ficaram em liberdade à espera de julgamento, que será realizado no dia 27 de julho, após cada um deles terem pagado aproximadamente 150 euros (R$ 330) de fiança.

A África do Sul criou tribunais especiais para tratar de assuntos relacionados à Copa, que apontam resoluções com rapidez, contrastando com a demora habitual das sentenças de outros casos do país.

Homem é assassinado por sua família por querer assistir a partida da Copa

Sem mais artigos