O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de Roraima iniciou uma nova operação contra o desmatamento no Estado.  A fiscalização é feita em áreas que apontaram desmatamento em imagens de satélites, além do transporte de madeira nas estradas.

“O objetivo é comprovar se há mesmo desmatamentos indicados nos polígonos desmatados.  Nós recebemos as imagens de satélite do Ibama de Brasília e, então, procuramos os responsáveis”, explica Cássio Murilo Alves Mendes, chefe de fiscalização do Ibama de Roraima.

Segundo Mendes, nos dez primeiros dias de operação foram lavrados seis autos de infração, três termos de embargos e quatro termos de apreensão.  Também foram fiscalizados nove caminhões, sendo que quatro estavam com o Documento de Origem Florestal (DOF) irregular.

Segundo Mendes, os fiscais do Ibama enfrentam dificuldades, como encontrar os responsáveis pelo desmatamento e acesso aos locais de fiscalização.

A operação se concentra no sul do estado de Roraima, nos municípios de São João da Baliza, São Luiz do Anauá e Rorainópolis, mas deve se estender a outras regiões do estado, e deve durar até outubro.  A operação foi batizada de Aimbé.

Sem mais artigos