O Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) fechou nesta sexta-feira (16) em queda de 0,75%, até os 66.200 pontos.
O giro financeiro da sessão foi de R$ 6,673 bilhões movimentados em
465.328 transações, nas quais 42,389 bilhões de títulos trocaram de
mãos.

As ações ordinárias da Redecard subiram 3,29% e lideraram as altas do
dia. Por outro lado, as preferenciais da Gerdau tiveram a maior queda
do dia, com 3,28%.

No mercado cambial, o dólar subiu 0,47% e terminou a semana cotado a R$ 1,706 para a compra e a R$ 1,708 para a venda.

Depois da euforia de cinco dias consecutivos de alta, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) operava em queda de 0,88% no meio da tarde desta sexta-feira (16). Às 13h45, a pontuação atingirda dera de 66.114,80 pontos. Enquanto isso, o dólar subia 0,41%, a R$ 1,708 na venda. Já o euro era vendido a R$ 2,542.

Guido Mantega, o ministro da Fazenda, disse que os empresários precisam ter mais ousadia para investir no país. Para ele, não se deve esperar a demanda voltar a crescer para começar a ampliar as operações. “Eu espero nesse momento, mais ousadia, mais confiança dos empresários brasileiros”, declarou.

Ibovespa fecha em queda de 0,75% e interrompe alta de cinco dias

Sem mais artigos