Com a economia brasileira se recuperando, os consumidores começam, aos poucos, a quitar suas dívidas e colocar as contas em dia. Essa tendência foi comprovada com a divulgação de uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), em conjunto com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

De acordo com o levantamento, a taxa de inadimplência recuou 13,16% de julho para agosto deste ano. Já na comparação com o mesmo mês do ano passado, a redução foi de 1,38%. Os organizadores atribuem essa melhora à recuperação econômica, uma redução na taxa de desemprego, uma elevação da massa salarial e, principalmente, a injeção de novos recursos na economia com o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas, além das restituições do Imposto de Renda.

Desde o início do ano, a inadimplência teve queda de 8,8%, segundo a CNDL/SPC Brasil.

O indicador de inadimplência é apurado com base na média de consultas realizadas ao banco de dados em todos os estados do país e no Distrito Federal. Atualmente, o cadastro de consumidores conta com aproximadamente 150 milhões de CPFs, dentre os quais estão as pessoas com débitos e, também, aquelas que apenas foram consultadas, mas que encontram-se em dia com os seus compromissos financeiros.

Inadimplência cai 13,16% em agosto

Sem mais artigos