A inadimplência das empresas no Brasil aumentou 29,7% de janeiro a julho, na comparação com o mesmo período do ano passado. No comparativo entre julho de 2009 e o mesmo mês de 2008, a alta foi levemente menor, de 26,3%. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (24) pela Serasa.

Para a área de análise econômica da Serasa, a queda de juros, o retorno da concessão de crédito para empresas e consumidores, e a resposta rápida do mercado interno ainda não foram suficientes para sanar os problemas da crise econômica mundial. As empresas ainda enfrentam problemas de caixa, sem recursos para financiar investimentos ou renegociar dívidas.

A maior parte (41,6%) das dívidas em atraso das empresas era de títulos protestados, com participação expressiva (39%) dos cheques sem fundos e as dívidas bancárias (19,4%), considerando o período de sete meses.

Inadimplência de empresas sobe quase 30% no ano, diz Serasa

Sem mais artigos
Sair da versão mobile