O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) anulou mais 43 questões que faziam parte do Enade (Exame Nacional de Desempenho), que é utilizado pelo Ministério da Educação para avaliar a qualidade do ensino superior, através da avaliação dos estudantes que estão ingressando e concluindo cursos determinados previamente.


 


Agora, já chega a 54 o número de testes que foram cancelados, em razão de problemas no enunciado ou na formulação das questões, o que representa um total de 7% das 745 perguntas distribuídas em 27 provas. A banca corretora deverá considerar que todos os estudantes acertaram as perguntas que foram anuladas.


 


No Enade de 2009, que foi realizado em 8 de novembro, a avaliação caiu sobre 15 áreas de atuação, incluindo cursos como administração, arquivologia, biblioteconomia, ciências contábeis, ciências econômicas, comunicação social, design, direito, estatística, música, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo, teatro e turismo.

Sem mais artigos