O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), apurado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e conhecido como a inflação do aluguel, encerrou maio praticamente estável, com leve deflação de 0,07%, depois de ter recuado 0,15% em abril. Entre os fatores que contribuíram para o resultado está a alta dos preços dos produtos agrícolas no atacado, 0,24%. Já os industriais caíram menos: 0,48% em maio contra 0,85% em abril.

De acordo com a fundação, o Índice de Preços por Atacado – Mercado (IPA-M), que faz parte do IGP-M, teve recuo de 0,3% em maio, depois de cair 0,44% em abril. Já o Índice de Preços ao Consumidor – Mercado (IPC-M), teve leve alta de 0,42%, contra avanço de 0,58% no mês passado. O Índice Nacional de Custos da Construção – Mercado (INCC-M) teve valorização de 0,25% no indicador, em comparação com a leve baixa de 0,01% em abril.

Desde o início do ano, o IGP-M acumula retração de 1,14% em 2009 e alta de 3,64% nos últimos 12 meses. Além dos alugueis, o IGP-M também é utilizado para reajuste dos preços dos contratos da tarifas públicas (água, luz, gás, telefone, etc.) e também dos planos de saúde com contratos mais antigos.

Sem mais artigos