Inimigos da HP parece até título para banda de rock, mas foi esse o nome escolhido há dez anos por Sebá e seis amigos quando formaram um grupo de samba. Agora, com uma indicação ao Grammy Latino e uma rotina de estrela (fizeram 300 shows em 2008) eles celebram a década de carreira com um mega show em São Paulo, na próxima sexta (dia 25).

O próprio Sebá, vocal do Inimigos, foi quem conversou com o Virgula sobre a comemoração: “Vai ser um show especial, o repertório terá músicas de turnês passadas e canções de quando cantávamos em rodas de samba, que fãs pedem sempre”.

Em 2009 a rotina do Inimigos está menos apertada. Faz três ou quatro apresentações por semana e não encavala duas no mesmo dia. “Chegou a acontecer, mas podem rolar atrasos e não é bom para o contratante nem para o fã”, justifica. Com a estrutura que têm os shows do Inimigos é difícil mesmo imaginar um replay na mesma noite. No palco Sebá levita, chama fã para cantar e faz até cover de Ilariê e da música eletrônica Rise Up.

“Fazemos reuniões para decidir sobre tudo, conversamos com o produtor, nosso empresário e todo mundo dá ideias. Essa da levitação surgiu com o ilusionista Isao Imamura quando estávamos num programa de TV. Executamos o truque quatro dias depois”, explica.

QUEM SABE FAZ AO VIVO

Apostar tudo nos shows dá certo para o Inimigos da HP. Desde o primeiro disco independente em 2001, foram mais três álbuns gravados ao vivo, inclusive o Zoodstock – mais recente e só de inéditas – a maioria feita por Sebá, que é afinado com tecnologia para compor: “Uso um microfone para gravar no iPod, depois trabalho junto com o Guto Rodrigues no Pro Tools”, referindo-se ao software de produção musical.

Foi justamente o CD Zoodstock o indicado neste ano ao Grammy Latino na categoria de samba e pagode. Baita presente para um grupo que caminhava para a engenharia antes de se formar e levou cinco anos até perceber como estava famoso: “Pouco a pouco o público lotava mais os shows e depois que assinamos com a gravadora EMI começou a cair a ficha. Em 2004 fizemos a primeira participação no Faustão e a coisa tomou dimensão… Aquela voz que eu ouvia de casa e de repente estava lá! Depois, já escutava cumprimentos na rua, nos restaurantes…”

E se carreira internacional ainda falta para o Inimigos, é só questão de tempo resolver esse buraco. Brevemente o grupo viaja ao Japão. A data estava marcada mas foi adiada porque Sebá se tornou pai ano passado: “Um estúdio em casa, como tem a Ivete Sangalo com certeza serial legal, ficar perto da família enquanto gravar… quem sabe no futuro”.

INIMIGOS DA HP
Quando: Sexta-feira (25/set) às 22h30
Onde: HSBC Brasil (Rua Bragança Paulista, 1281 – São Paulo)
Quanto: De R$ 50 a R$ 140

Inimigos da HP faz dez anos com show especial, levitação no palco e cover de Xuxa

Sem mais artigos
Sair da versão mobile