Ele come dez quilos de frango por dia, pesa 130 quilos e responde pelo nome de Sandof. Trata-se de um leão, e seu dono não teve outra saída senão presenteá-lo, já que a ampliação do aeroporto da cidade espanhola de Córdoba o obriga a deixar o local onde vive em menos de um mês.

Além de Sandof, o morador deve levar também seis serpentes píton de grande porte. José Luis García, o dono dos animais, explica que as serpentes não representam um problema porque todo o mundo as quer, mas é impossível presentear um leão macho já que, assim como acontece com o zoológico de Córdoba, são necessárias instalações especiais e este animal não pode conviver com outro macho “porque se matariam”.

José Luis explica que tem o leão há três anos, além de seis grandes cobras, duas delas albinas, um crocodilo, uma tartaruga gigante, tartarugas carnívoras da Califórnia, vários camaleões, papagaios e gatos.

O acordo ao qual chegou com a administração aeroportuária, junto com outros proprietários, o obriga a deixar o local e seu pequeno zoológico antes de 28 de abril, data limite para encontrar um destino para o leão e evitar medidas drásticas como seu sacrifício, algo que “seria muito lamentável”, diz José Luis.

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está a um clique daqui!

Sem mais artigos