A International Board, entidade responsável pelas regras do futebol, aprovou nesta terça-feira uma emenda na interpretação do artigo 14 de seu regulamento, proibindo a chamada “paradinha” no momento do chute na cobrança de pênaltis.

Segundo o texto, “ameaçar antes da cobrança de uma penalidade máxima para confundir o rival está permitido durante a corrida”, mas o jogador que fingir chutar após chegar à bola será punido por comportamento antidesportivo.

Além disso, a International Board propôs, após reunião especial com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, que as federações e confederações associadas possam fazer testes com árbitros auxiliares de área em partidas durante dois anos.

A experiência de utilizar dois “bandeirinhas” a mais – cada um deles em uma extremidade do campo, atrás da linha de fundo – foi posta em prática na edição 2009/2010 da Liga Europa.

As duas decisões serão válidas a partir do próximo dia 1º de junho.

International Board restringe paradinha e permite testes com árbitros de área

Sem mais artigos