O reitor da Universidade de São Paulo nos próximos quatro anos será o professor João Grandino Rodas, de 64 anos, diretor da Faculdade de Direito. Ele foi o segundo mais votado na lista tríplice entregue ao governador do Estado de São Paulo, José Serra, a quem cabe a decisão final.

Esta é a primeira vez desde a ditadura militar que o governador não escolhe o candidato mais votado. Rodas integrava a lista junto com Glaucius Oliva, diretor do Instituto de Física de São Carlos, e Armando Corbani Ferraz, pró-reitor de Pós-Graduação. A dupla é alinhada com a reitora Suely Vilela, que já se desentendeu com Serra e que ficou com a imagem desgastada após ações da Polícia Militar no campus Butantã.

A escolha foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (13). A lista tríplice foi entregue oficialmente ao governador no início da noite dessa quinta-feira (12) pela reitora e pelo secretário de Ensino Superior, Carlos Vogt.

Sem mais artigos