O ministro Joaquim Barbosa renunciou nesta terça-feira (17) à vaga que ocupa no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Barbosa deve retornar ao tribunal depois de uma licença médica de 90 dias que tirou para fazer um tratamento de saúde.

O ministro sofre de problemas na coluna. Além das sessões do STF (Supremo Tribunal Federal), Barbosa precisa prolongar seu expediente para dar conta das reuniões do TSE, que às vezes se estendem pela madrugada. Isso teria aumentado consideravelmente as dores na coluna de Barbosa.

“A decisão já está tomada”, disse o ministro, segundo a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Sem mais artigos