Na Liga dos Campeões da África, que teve rodada neste último final de semana, muita confusão, principalmente, na partida disputada entre os marroquinos do Rajacasablanca e os angolanos do Petro Atlético.

O 1º jogo havia sido disputado no Marrocos, nos domínios do Raja, e teve o placar final de 1 a 1. Na partida da volta, realizada em Angola, o Petro venceu por 1 a 0, com gol de Ethiene Riddy, eliminando os marroquinos para agora encarar o JS Kabylie, da Argélia, na próxima fase.

A derrota enfureceu os jogadores do Rajacasablanca, e eles atribuiram a desclassificação a má arbitragem do juiz do Malauí, Ngosi Kalyoto, que não assinalou um suposto pênalti para os marroquinos (os atletas reclamam de uma bola na mão dentro da área).

Ao término do jogo, os boleiros partiram para cima do árbitro e, em uma cena lamentável, deram tapas, chutes e cusparadas na autoridade do jogo. Veja a cena abaixo.

<object width=”380″ height=”326″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/jgZnYmGaHs8&hl=pt_BR&fs=1&”></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><param name=”allowscriptaccess” value=”always”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/jgZnYmGaHs8&hl=pt_BR&fs=1&” type=”application/x-shockwave-flash” allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true” width=”380″ height=”326″></embed></object>

Sem mais artigos