O deputado federal e ex-prefeito de São Paulo Paulo Maluf (PP) foi condenado a devolver R$ 4,9 milhões aos cofres públicos por conta de irregularidades na construção do túnel Ayrton Senna, na capital paulista. Além de Maluf, outros sete réus foram condenados.

De acordo com a sentença do juiz Wanderley Sebastião Fernandes, proferida na sexta-feira (20), Maluf e os demais réus ainda terão que pagar multa de mais de R$ 10 milhões. Cabe recurso da decisão.

Segundo o Ministério Público apurou, a obra teria sido superfaturada e alguns serviços pagos não foram realizados. Os envolvidos foram responsáveis pelo desvio de cerca de US$ 650 milhões por conta de superfaturamento durante a obra. O túnel, que é o maior da capital paulista, demorou dez anos para ficar pronto.

Justiça condena Maluf a devolver R$ 15 mi por obra de túnel

Sem mais artigos