O líder opositor Andry Rajoelina se proclamou hoje chefe de uma “alta autoridade de transição” para governar Madagascar, após entrar nos escritórios presidenciais, em Antananarivo, ocupadas na segunda-feira por militares golpistas, segundo a Agência Efe pôde comprovar.

Enquanto isso, emissoras de rádio locais afirmaram que o presidente, Marc Ravalomanana, renunciou hoje, após quase dois meses de pressões da oposição, que o acusou de desvio de dinheiro públicos e de violar a Constituição.

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está a um clique daqui!

Sem mais artigos