Adebayor, Robinho, Tevez, Santa Cruz, entre outros. O Manchester City entra em mais uma temporada recheado de reforços com objetivos audaciosos no futebol inglês. Em entrevista ao jornal Daily Mirror, o atacante brasileiro revelou que uma vaga na Liga dos Campeões é pouco para as pretensões do time.

“Ninguém estava interessado em me ouvir um ano atrás. Mas eu acho que eles vão ter de acreditar quando virem o que está acontecendo com o Manchester City agora. Estamos no caminho de algo especial. Eu quero vencer a Premier League nesta temporada. E acredito que temos todas as condições de brigar de igual para igual aos demais”, afirmou Robinho.

Outro assunto abordado pelo brasileiro foi sua mudança do Real Madrid para o Manchester City. Segundo Robinho, muitas pessoas o taxaram como mercenário que só pensou na questão financeira.

“Disseram que eu estava pensando apenas na questão financeira, que eu havia esquecido minhas ambições pessoais por dinheiro. E eu disse na época que eu assinei porque via no Manchester City um clube com chances de brigar por títulos, de se tornar poderoso, não apenas na Inglaterra, como também no mundo todo. E isso está acontecendo”, completou o brasileiro.

No começo do mês, Robinho foi eleito pelo jornal francês L’Equipe como maior mercenário do futebol mundial. O motivo alegado pela eleição foi a saída do atleta do Real Madrid quando forçou uma ida para o Chelsea e acabou no Manchester City.

Sem mais artigos