O Mitsubishi UFJ, maior banco do Japão em ativos, anunciou hoje que demitirá mil empregados e fechará 50 filiais, nos próximos três anos, dentro de um processo de fusão iniciado há mais de três anos.

Um porta-voz do banco disse à agência Efe que a reestruturação já estava prevista na fusão do grupo Mitsubishi Tokyo Financial e a sociedade UFJ Holdings, efetiva em outubro de 2005.

Atualmente, o banco tem 670 filiais e cerca 33 mil empregados.

No último trimestre de, ele sofreu o primeiro prejuízo líquido de sua história, perdendo 134,1 bilhões de ienes (US$ 1,394 bilhões) entre outubro e dezembro.

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está a um clique daqui!

Sem mais artigos