A batalha entre a banda MGMT e o presidente francês Nicolas Sarkozy terminou bem para o lado dos garotos responsáveis pelos hits Eletric Feel e Kids.

A banda, que em seu álbum de estréia invadiu a cena indie com canções psicodélicas e viajantes, no melhor estilo neo-hippie, não mostrou tanto desapego pelo lado material na disputa com o presidente francês pelos direitos de uma de suas músicas, que foi utilizada sem permissão em uma festa do partido de Sarkozy.

O MGMT não gostou e ameaçou mover um processo, mas a história não vai chegar aos tribunais – um acordo já foi decidido entre as partes e a banda vai receber o pagamento pela utilização de suas músicas como trilha sonora. De acordo com o site Billboard, a indenização será de cerca de 30 mil euros.

A banda, que se apresentou no Brasil no Tim Festival 2008, afirmou em um comunicado oficial que “nós não somos aquelas americanos típicos que simplesmente processam, mesmo que o lucro seja considerável. Ao invés disso, vamos doar o lucro para organizações que defendem os direitos autorais dos artistas”.

Pelo jeito, o MGMT também não deve estar muito feliz com as pessoas que baixam as músicas gratuitamente na internet. Será que ele concorda com Paul McCartney que o lugar dos criadores do Pirate Bay é na cadeia e que os artistas deveriam ter mais de 95 anos de direitos autorais garantidos?

MGMT ganha disputa com presidente francês Nicolas Sarkozy

Sem mais artigos