Três anos após sua saíde da Fórmula 1, o heptacampeão Michael Schumacher volta às corridas, embora desta vez pela nova escuderia Mercedes Grand Prix Petronas.

Segundo informações do jornal “Bild”, que não foram confirmadas pela escuderia, mas que todos os meios de imprensa dão por seguras, Schumacher assinou um contrato por um ano no valor de sete milhões de euros.

Schumacher, que no próximo dia 3 de janeiro completará 41 anos, disputará sua primeira corrida em 14 de março, no Grande Prêmio do Barein, junto com outra nova contratação da Mercedes, o alemão Nico Rosberg.

Durante sua carreira na Fórmula 1, Schumacher acumulou sete títulos de campeão mundial e 91 vitórias em um Grande Prêmio.

No dia 22 de outubro de 2006 participou no Brasil de sua última corrida.

Após a lesão de Felipe Massa em um acidente durante o Grande Prêmio da Hungria, Schumacher, que trabalhava como assessor da Ferrari, se mostrou disposto a substituir o brasileiro na escuderia.

No entanto, uma velha lesão sofrida em um acidente de moto meses antes o fez desistir desse plano.

Sem mais artigos