Aos 130 anos, Sakhan Dosova, a provável mulher mais velha do mundo, morreu na sexta-feira (08/05), segundo informaram autoridades do Cazaquistão. Sakhan ficou conhecida poucos dias antes de seu último aniversário, que aconteceu no dia 27 de março, quando sua história foi divulgada após a realização de um censo demográfico na região onde vivia.

De acordo com o governo local, quando o ex-ditador soviético Josef Stálin fez um censo na região em 1926, Sakhan já tinha 47 anos. Se a idade for real, ela é quase 16 anos mais velha que a atual mulher mais velha do mundo segundo o livro Guinness de Recordes, Gertrude Baines, que vive em Los Angeles e completou 115 anos em 6 de abril.

Pouco mais de um mês antes de morrer, Sakhan disse que o segredo de sua longevidade era o uso de remédios caseiros e o fato de nunca ter comido doces.

A causa da morte de centenária senhora não foi divulgada.

Sem mais artigos