Centenas de desenhos, marionetes, maquetes e figurinos originais exploram a carreira do cineasta e escritor americano Tim Burton em uma retrospectiva no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA).



Desenhos, cartazes, roteiros gráficos, fotografias, marionetes, maquetes e roupas originais de seus filmes fantasiosos ocuparão um lugar de destaque no MoMA, cujas salas jamais haviam tido uma exposição monográfica tão ampla sobre um único diretor de cinema.



A exposição, organizada em colaboração com Burton, percorre a trajetória do artista dos trabalhos da juventude na Califórnia às produções cinematográficas que o levaram ao sucesso.


 


Batman (1989), Edward Mãos de tesoura (1990), Planeta dos Macacos (2001), Peixe Grande (2003), e Sweeney Todd (2007) são apenas alguns dos 14 filmes que o museu projetará durante os cinco meses que durará a retrospectiva.



“De alguma maneira, esta exposição é como um reencontro comigo mesmo. É muito surpreendente ver que fiz tantas coisas me faz sentir bem. Sempre me considerei uma pessoa vaga, mas agora vejo que talvez não sou tanto”, explicou Tim Burton, de 51 anos, em uma recente entrevista à EFE.


 
 


 

Sem mais artigos