Centenas de pessoas foram nesta segunda-feira (2), em Salvador, ao velório do músico Antonio Luis Alves de Souza, o Neguinho do Samba, que morreu no sábado (30) por problemas cardíacos e que é considerado o pai do samba-reggae, segundo informou a imprensa local.

Neguinho do Samba morreu no sábado aos 54 anos e seu velório, na Associação Educativa e Cultural Didá, no Pelourinho, contou com a presença de centenas de fãs, amigos e familiares do músico.

O músico dirigiu o Olodum durante a gravação do vídeo clipe They Don’t Care About Us, de Michael Jackson, em 1996, no qual ele aparece regendo os tambores e ajudando o rei do pop quando é abraçado por uma fã.

Neguinho do Samba será enterrado na terça-feira, no cemitério Jardim da Saudade, em Salvador.

Em homenagem ao músico, que morava no Pelourinho, a Secretaria de Cultura de Salvador declarou três dias de luto e suspendeu as atividades culturais no ponto turístico.

Fundador do Olodum e do bloco Didá do carnaval de Salvador, Neguinho do Samba é considerado o “inventor” de um “ritmo único com a cara da Bahia”, o samba-reggae.

Em 1990, o músico gravou junto com Paul Simon o álbum The Rhythm of the Saints

Sem mais artigos