A fila anda. No caso do Palmeiras, corre. Há 15 anos o verdão não conquista um título do Campeonato Brasileiro. Em 2008 ganhou o Paulista e encerrou um jejum de 12 anos sem vencer estaduais. Mas mesmo com a conquista recente, leia a lista com 15 razões para os palmeirenses chorarem.

1) As duas últimas taças do Brasileirão vieram em 1993 e 1994, com o time treinado por Vanderlei Luxemburgo. Com Luiz Gonzaga Belluzzo no comando (ou perto dele, já que está suspenso), não há chance de Luxa voltar ao Palestra e repetir a dose.

2) Por terem emplacado em 2008, a diretoria bem que tentou trazer de volta Valdivia e Kléber, que estavam no time que venceu o Paulista. Mas os dois não devem mais vir para a campanha de 2010.

3) Nesta década e meia de sofrimento, todos os rivais foram campeões brasileiros: Corinthians (1998 e 1999); Santos (2002 e 2004); e São Paulo (2006, 2007 e 2008).

4) O mais recente torneio nacional que o Palmeiras venceu foi a Copa dos Campeões de 2000. E lá se vão 10 anos sem glórias fora do estado. Sinta o drama: o ataque era formado por Alberto e Basílio; o meia de ligação era Asprilla; e o treinador (interino) era Murtosa.

5) O Brasileirão deste ano não serviu nem para que o Palmeiras quebrasse sequências sem vitórias no campeonato contra Botafogo (não ganha há seis jogos) e São Paulo (seis sem vencer).

6) Os artilheiros do time nos Brasileiros de 2008 e 2009 estão mal das pernas. Alex Mineiro não vingou no Grêmio e Obina se envolveu em briga com o zagueiro Maurício.

7) Surpreendentemente de fora da Libertadores de 2010, o Palmeiras não poderá ser a pedra no meio do caminho do Corinthians, como foi em 1999 e 2000. O Timão tenta o título inédito em seu centenário.

8) Os desempenhos do time alviverde na Copa do Brasil na década 00 deixam no ar a certeza de muitas emoções para 2010. Em 2008, foi 15º. Em 2007, ficou na 21ª posição.

9) A eliminação na Copa do Brasil para o Asa, em 2002, merece um tópico separado. O time alagoano ficou 37 minutos com um jogador a menos.

10) Os mais exaltados vão comemorar, mas a possível saída de Vágner Love é mais uma perda para o time. O Flamengo é o que mais quer o centroavante.

11) Talvez por não ter jogado o primeiro Campeonato Brasileiro por pontos corridos – em 2003 estava na 2ª divisão -, o Palmeiras demonstra não saber disputar algo que não seja mata-mata. Já esteve perto do título em 2009 e 2008, mas emendou maus resultados no fim do torneio e se deu mal.

12) Muricy Ramalho nunca ganhou a Copa do Brasil.

13) No Paulista, Muricy nunca chegou ao título com um time grande. Na única campanha vitoriosa, comandava o São Caetano.

14) Muricy ganhou o prêmio de melhor técnico do Brasileirão em 2005, 2006, 2007 e 2008. Foi só ir para o Palmeiras para interromper a sequência de premiações.

15) Com peças importantes como Diego Souza e Danilo sendo cobiçadas pelo futebol europeu, não há planos para reforçar o time. Muriqui, do Avaí; e Rodrigo, do São Paulo, são os que estão mais perto do Parque Antártica. Melhor que nada, mas provoca uma lágrima de canto de olho ao olhar para os outros times e ver reforços como Tcheco, Iarley, Borges, Vitor, Júlio César, Roberto Carlos, Marcelinho Paraíba, Fernandão, Hugo e boas novidades vindas do Barueri como Thiago Humberto, Ralf e Fernandinho.

No aniversário do tetra brasileiro, 15 motivos pros palmeirenses chorarem

Sem mais artigos
Sair da versão mobile