Os bilhetes de papel utilizados na integração ônibus-Metrô e Metrô-ônibus em São Paulo não são mais aceitos no transporte público da capital paulista.

Os passes de papel já estavam extintos e, a partir deste sábado (09), a troca não é mais possível, sendo que os passageiros que ainda guardam bilhetes deste tipo terão prejuízo.

De acordo com o Metrô, 25% dos usuários ainda utilizavam passes de papel (ainda que, no total de entradas, a representatividade deste tipo de bilhete não chegasse a 1%), que deixaram de ser vendidos nas bilheterias em fevereiro deste ano.

O bilhete único, que já era usado pela maioria da população, é considerado mais seguro contra fraudes e possibilita tarifa menores para os passageiros, que pagam R$ 3,75 pela integração.

Sem mais artigos