O governo do Estado de São Paulo pretende construir um moderno complexo cultural de 92 mil m2 de área construída, o equivalente a quatro vezes o tamanho do Pavilhão da Bienal. O novo complexo será levantado no local da antiga rodoviária, no centro de São Paulo.

Projetado pelos arquitetos suíços Jacques Herzog e Pierre de Meuron, o espaço vai abrigar um teatro de dança e ópera com 1.750 lugares, outro para peças e recitais com 600 lugares e uma sala experimental de 400 lugares. De acordo com o projeto, ensaios de dança e de música poderão ser vistos por quem passa pela rua.

Este será o primeiro trabalho de Herzog e Meuron na América Latina. Eles são responsáveis pelo desenho do Ninho de Pássaro, em Pequim, e da Tate Modern, em Londres.

Segundo dados da Secretaria de Cultura, o novo centro deve consumir R$ 311,8 milhões. A obra está prevista para começar em julho do ano que vem e deve durar três anos.

Novo centro cultural de SP terá o espaço de quatro Bienais

Sem mais artigos