O novo modelo do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) proposto pelo Ministério da Educação (MEC) além de substituir o vestibular promete ser usado como parte do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), feito por alunos do primeiro e do último ano dos cursos de graduação de faculdades, universidades e centros universitários do país.


 


 O objetivo da mudança, que já deve ser aplicada no próximo ano, é que os jovens que fizerem o novo Enem ao fim do ensino médio sejam dispensados do Enade aplicado aos calouros.


 


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do MEC responsável pelas avaliações já está se organizando para fazer a proposta ajudar na comparação de Enem e Enade em 2010.

Sem mais artigos