Gus G, guitarrista do <b>Firewind</b> que estreou como o novo responsável pelas seis cordas da banda do primeiro e único <b>Ozzy Osbourne</b> na edição 2009 da feira <i>BlizzCon</i> (convenção dos fãs dos jogos da produtora Blizzard), concedeu uma entrevista à edição grega da revista <i>Metal Hammer</i>.

Na conversa, o substituto de Zakk Wylde falou sobre seu antecessor na banda do Príncipe da Escuridão, sobre os testes para entrar na banda, sobre seus planos de trabalho e sobre suas impressões gerais da banda de Ozzy.

“Rob Blasko (baixista da banda de Ozzy) enviou uma mensagem pra mim pelo <i>MySpace</i> me perguntando o que eu estava fazendo, se eu estava nos EUA e que queria falar comigo”, revelou G na entrevista. “Eu nunca imaginei que ele quisesse algo assim. Depois disso ele me disse que um dos produtores do <i>Ozzfest</i> também gostaria de falar comigo e pediram para eu voar para Los Angeles o mais rápido possível.”

Sobre a sua primeira audição com a banda, Gus contou que tudo fluiu naturalmente e que se identificou com o estilo dos músicos logo de cara. Quando Ozzy entrou no estúdio, o guitarrista se viu tocando naturalmente ao lado do homem que ajudou a moldar o heavy metal.

“Do nada, o Ozzy entrou e começou a cantar as músicas dando um gás enorme pra gente. Depois do ensaio, o resto da equipe entrou no estúdio e fechou a porta”, continuou o guitarrista. “Foi nessa hora que Sharon Osbourne disse que o emprego era meu e que eu iria tocar com eles na Blizzcon.”

Gus ainda elogiou muito o trabalho de Wylde como braço direito de Ozzy todos esses anos, afirmando que o líder do <b>Black Label Society</b> não só foi importante para seu estilo de tocar como também é sua maior influência na guitarra.

Além disso, G disse que respeitará os velhos arranjos da banda de Ozzy e de todos os grandes guitarristas que ocuparam o posto que ele ocupa hoje. Os clássicos estarão seguros em suas palhetas.

Novo guitarrista de Ozzy Osbourne fala sobre sua entrada na banda

Sem mais artigos