Um levantamento da Serasa comprova que o número de falências decretadas no ano passado foi o menor dos últimos quatro anos, desde a promulgação da nova Lei de Falências, em junho de 2005, uma vez que pediram falência, entre janeiro e dezembro de 2009, 908 empresas, contra 969 no ano anterior e 1.479 em 2007.

Entre as razões para a redução, estão a recuperação econômica e o crescimento registrado a partir do segundo semestre. As falências atingiram um total de 831 microempresas (91,5% do total), 58 companhias médias e apenas 19 grandes estabelecimentos. Na contramão, houve crescimento em relação a 2008 na quantidade de pedidos de recuperação judicial e dos requerimentos de falência, que passaram de 312 e 2.243, respectivamente, para 670 e 2.371.

Sem mais artigos