O apresentador e eterno punk João Gordo faz aniversário neste sábado, dia 13 de março. São 46 anos de podreira, boca suja e tiração de sarro, que resultaram em uma banda cult, Ratos de Porão, e muitos programas de televisão na MTV.

 

Por isso, na hora que a gente foi pesquisar o Pensamento Vivo, o Google foi muito generoso e nos presenteou com uma tonelada de opções de frases polêmicas. Além do famoso vídeo onde ele quase sai na mão com Dado Dolabella.


DJ GORDO
“Quem diz que um DJ não pode ser considerado músico tem que enfiar o violino na bunda e calar a boca, pois não sabe o que está dizendo”

SEM PAPAS COM O PADRE
“Seu Padre, o senhor acorda de pau duro de vez em quando?”
(para o padre Marcelo Rossi, no programa Gordo a Go Go, da MTV)

SEM PAPAS COM MADAME
“Polêmica é a base do negócio. Outro dia mandei uma socialite aí tomar no cu. A tia foi embora, putona da vida. Posso aguentar um monte de coisas, mas chilique de véia burguesa emergente, nem fudendo!”

A VOZ DO POVO
“Nunca entrevistaria o Paulo Maluf. Aquela cara de filho da puta, cara de pau. Ele ficaria rindo na minha frente… Acho que eu bateria nele”

BOMBANDO NA CARREIRA
“Hoje em dia, falo abertamente sobre drogas, porque é passado. Quantos quilos de farinha você acha que eu cheirei, cara? Se você emendasse uma carreira na outra, dava pra chegar na Bahia”

O TRANQUEIRA
“Quanto mais ‘Deus me chama’, melhor”

O PUNK
“Pau no cu de Deus, da Globo e do ABC”

A ESTRELA DA TV
“Na TV ganha-se bem, trabalha-se pouco. E na MTV posso ser eu mesmo. Uso minhas próprias roupas, não passo no camarim para maquiagem, essas coisas. Uma figura como eu não teria espaço em outra emissora. A cada zoada que eu desse, me poriam na geladeira”

ANTI-ESFORÇO
“Não me abaixo nem para pegar dinheiro. Sou o maior preguiçoso do universo”

PORRA, GORDO!
“Tremi na base para entrevistar a Marília Gabriela. Não podia ser aquele besteirol. Só que eu vomito besteira. Tenho de manter a coerência. Difícil, cara! Sou meio gago e meio nervoso”

TRANQUERA parte 2
“Minha casa é um antro de besteiras, no bom sentido, é claro. É um mar de vinil, CDs, DVDs, bonecos, tranqueiras. O que meus filhos quiserem ser, punk, roqueiro ou freak, vão ter um material vasto para pesquisar. Não vou forçar nada”

BOM MENINO
“Nunca falei mamãe e papai. Isso é coisa de playboy. Com meu pai eu aperto a mão e, para minha mãe, eu peço bênção e dou beijo no rosto”

DIETA IDEAL
“Só posso comer o que é de fácil digestão, e pouco. Me caem bem sorvete, batata frita, bolacha, patê… Sou bem mais trash hoje”

SOFRENDO POR AMOR
“Já bati cabeça na parede por uma que me deu um pé na bunda. Fiquei um ano pirado por causa desse caso”

TOLERÂNCIA MIL
“Eu aprendi a conviver com os gays. Teve uma fase da minha vida que passei a tomar ecstasy e freqüentar as boates techno. Fiz várias amizades e aprendi a conviver com os gays. Vi que é gente normal”

HIPOCRISIA ZERO
“Não tenho arrependimento. Faria todas as besteiras de novo. Tomaria todas as drogas de novo”

O pensamento vivo de João Gordo

Sem mais artigos