Com uma recepção na Casa Branca aos três astronautas da missão Apollo 11, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, dá início nesta segunda-feira (20) ao dia de comemoração do 40º aniversário da chegada do homem à Lua.

Junto aos astronautas que participaram da viagem também comparecerá o novo administrador da Nasa (Agência Espacial Americana), Charles Bolden, com quem o líder deve conversar sobre os planos de futuro da instituição.

Os astronautas Neil Armstrong e Edwin “Buzz” Aldrin foram os dois primeiros homens a pisar na Lua em 20 de julho de 1969, naquele “pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanidade”. Seu companheiro Michael Collins permanecia como piloto no comando da cápsula que os levaria de volta à Terra.

Os astronautas também devem participar de uma entrevista coletiva organizada pela Nasa, que não confirmou se os três estarão presentes.

Aldrin disse em muitas ocasiões que a Nasa, que no próximo ano cancelará seu programa de naves para desenhar um novo veículo que leve o homem à Lua, mantenha como objetivo alcançar Marte em 2031.

À noite acontece uma festa que reunirá, no Museu Nacional do Ar e do Espaço, em Washington, cerca de dois mil convidados que incluem a tripulação da Apollo 11, os demais astronautas de missões Apollo e tripulantes das atuais naves espaciais.

O aniversário da ocasião é comemorado quando precisamente uma destas naves, a Endeavour, se encontra na Estação Espacial Internacional (ISS) e, nesta segunda-feira, os tripulantes realizam uma caminhada na qual a façanha de 40 anos atrás deve ser homenageada.

A cerimônia no museu conferirá ao presidente John F. Kennedy – cuja urgência pela conquista humana da fronteira espacial apressou a prospecção lunar – o título póstumo de Embaixador da Prospecção.

Sem mais artigos