O número de casos confirmados de gripe suína já
chega a 1.005 em 20 países, segundo informou nesta segunda-feira
(04/05) o diretor adjunto da Organização Mundial de Saúde (OMS),
Keiji Fukuda. Até o momento, 26 pessoas morreram em virtude da
contaminação.

A grande maioria de casos foi registrada na
América do Norte, enquanto que as ocorrências detectadas na Ásia,
Europa e América Latina seguem relacionadas a pessoas que viajaram
ao México, como ocorre na Espanha e no Reino Unido, os dois países
europeus com o maior número de pessoas infectadas.

No
entanto, Fukuda revelou que o vírus “está se movimentando rumo
ao (hemisfério) sul”, no momento em que o inverno se aproxima e
a estação tradicionalmente favorece os focos de gripe.

O
diretor adjunto da OMS indicou que os cientistas estão tentando
determinar certas características ainda desconhecidas do vírus da
gripe suína, como seu tempo de incubação e o que o torna mais
severo em determinadas regiões.

Sem mais artigos