A performance de Lady Gaga no VMA, que contou com muito sangue cenográfico, foi criticada pelo grupo inglês Papyrus, que oferece assistência a pessoas que sofrem de distúrbios psicológicos.

Segundo o grupo, a apresentação da cantora, que dramatizou um de seus maiores hits, Paparazzi, é um incentivo ao suicídio. “Romantizar algo sério como o suicídio é irresponsável”, afirmou a Papyrus.

Um representante oficial do grupo afirmou ainda que as celebridades precisam se responsabilizar por suas atitudes. “Celebridades, que frequentemente são ícones para os jovens, precisam ter consciência de que tudo que fazem produz um efeito em pessoas

Sem mais artigos