George Clinton não é só integrante do Hall da Fama do Rock n’ Roll. Ele não é só o criador do coletivo Parliament, de longe uma das mais influentes bandas do fim dos anos 60. Também não é só o lendário capitão do Funkadelic, a evolução do tradicional doo woop.

Clinton é muito mais do que isso. Ele é o pai da matéria. Criador de riffs e harmonias eternas, o frontman marcou a unha sua história na música mundial. O americano levou a música negra a um patamar diferente, misturando elementos do rock e chocando a todos com seu visual, digamos, todo particular.

O músico nasceu em Kannapolis (Carolina do Norte) e se criou em Nova Jersey. Ele caiu de cabeça no mundo do funk espacial no meio dos anos 60, após se firmar no cenário da black music como compositor da gravadora Motown.

Entre 1965 e 1980 conduziu com maestria suas duas bandas, abrindo caminho em todas as frentes do estilo que sempre amou, o funk.

Com o fim (em partes) do Parliament-Funkadelic, Clinton gravou com dezenas de astros do hip hop e ainda carregou seus velhos companheiros para a nova encarnação do P-Funk, que segue excursionando.

Para homenagear o guru do funk psicodélico, o Virgula Música escolheu dois vídeos pincelando diferentes fases de sua carreira, que você pode assistir logo abaixo.

Parabéns George Clinton: 68 anos de muito funk psicodélico

Sem mais artigos