A decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de dar a Taça das Bolinhas para o São Paulo não agradou a diretoria do Flamengo e ganhará novos capítulos. Patrícia Amorim, presidente do clube carioca, informou que o time entrará em uma disputa jurídica para exigir os seus direitos.

“O Flamengo vai apresentar esses documentos (do Clube dos 13 legitimando o título de 1987). Nós buscamos o que nós julgamos necessário para que o título seja reconhecido. A briga apenas começou. Confio no nosso departamento jurídico e na possibilidade de reverter essa situação”, afirmou a mandatária flamenguista.

Além de revelar que entrará na justiça, a presidente cutucou Ricardo Teixeira e Kléber Leite, dizendo que a taça foi dada ao São Paulo porque o Flamengo votou na chapa de Fábio Koff no Clube dos 13.

“Quero dizer que o Flamengo considera uma covardia, uma atitude intempestiva e inoportuna da CBF ter feito esse pronunciamento ontem (14). Não quero acreditar, mas tudo me leva a acreditar que sim (que houve retaliação da CBF). Essas pessoas (Kléber e Marcio) causaram enorme desconforto ao Flamengo uma vez que o clube já havia se posicionado. Todos foram presidentes e deveriam saber que só quem deveria se posicionar em nome do clube é o presidente eleito”, completou a líder do clube carioca.

Sem mais artigos