Um perito contratado pelos pais de Gilmar Rafael Souza Yared, um dos jovens mortos na colisão com o veículo do ex-deputado estadual Fernando Ribas Carli Filho (PSB), no mês passado, em Curitiba (PR), revelou uma possível fraude na gravação de uma câmera de segurança de um posto de gasolina que flagrou o momento da colisão entre os dois veículos.

A perícia afirma que alguns segundos da gravação original foram removidos. De acordo com Elias Mattar Assad, advogado da família, uma das câmeras repete quatro vezes o mesmo quadro.

Ainda segundo a análise da perícia, no momento do acidente, os pneus do carro do deputado saem do chão, como em uma espécie de decolagem, e destroem a parte de cima do veículo dos jovens. Pelos cálculos do perito, o ex-deputado estadual estava a mais de 190 km/h na momento da colisão.

Os dados da perícia serão encaminhados para a polícia e para o Ministério Público.

O ex-deputado Fernando Ribas Carli Filho estava embriagado no momento do acidente e sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) estava suspensa. Ele recebeu alta do hospital Albert Einstein, em São Paulo, há uma semana.

Perito aponta fraude nas imagens de acidente com ex-deputado no PR

Sem mais artigos