A Petrobras e a Vale são as duas maiores empresas do Brasil. Mas, qual seria a posição delas em um ranking nacional caso elas fossem americanas? De acordo com um estudo divulgado pela Economatica, a estatal de petróleo seria a terceira maior empresa dos Estados Unidos, enquanto a mineradora ficaria com o 15º lugar. Este estudo foi feito com base nos valores de mercado das companhias com capital aberto.

Pelo levantamento, a Petrobras estava avaliada em US$ 207,9 bilhões. Com isso, a estatal brasileira fica apenas atrás da Exxon Mobiel (com valor de mercado de US$ 345,8 bilhões) e da Microsoft Corporation (com valor de mercado de US$ 257,4 bilhões). Nesse ranking, a empresa brasileira supera grandes ícones americanos, como a rede varejista Wal Mart, a Apple e até mesmo o Google.

No caso da Vale, com valor de mercado de US$ 141,9 bilhões, deixa a mineradora cinco posições à frente da Coca-Cola, avaliada em US$ 128,6 bilhões. Levando em conta o período do início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Petrobras subiu 118 posições no ranking, enquanto a Vale avançou 139 posições.

Em declarações para o jornal O Estado de S. Paulo, o gerente de Relações Institucionais da Economática e responsável pelo estudo, Einar Rivero, aponta dois motivos para o avanço destas empresas. O primeiro dele, e o mais importante, é a rápida recuperação do valor de mercado depois da crise. Outro ponto é a queda do dólar em relação ao real, que chega a 27% somente neste ano.

O maior valor de mercado já atingido pela Petrobras foi ao final de maio de 2008. Na época, com o mercado brasileiro em seu melhor momento, a companhia chegou a valer US$ 309,5 bilhões. No mesmo período, a Exxon Mobil valia US$ 494,9 bilhões. No caso da Vale, o maior valor alcançado foi de US$ 196,5 bilhões.

Sem mais artigos