A confusão ocorrida na invasão do gramado do estádio Couto Pereira, no último domingo, após a confirmação do rebaixamento do Coritiba diante do Fluminense, pode ter sido premeditada peor uma torcida organizada do clube, segundo anunciou a Polícia Civil do Paraná.

De acordo com as informações, a invasão de campo (condicionada a confirmação do descenso do Coxa) teria sido combinada em uma viagem de torcedores da organizada Império Verde rumo à Minas Gerais, na semana anterior do incidente, onde o Coritiba enfrentou o Cruzeiro.

O presidente da torcida organizada, Luiz Fernando Correa, disse que está ajudando a Polícia Civil do Paraná na investigação – ele diz ter fotos e documentos que contribuem com o caso-, inclusive, afirmando que alertou as autoridades sobre um possível quebra-quebra no Couto Pereira.

Até o momento, mais de 40 pessoas foram interrogadas, outras tantas foram identificadas pro fotografias de jornais e imagens de televisão, contudo, apenas duas prisões foram concretizadas.

Sem mais artigos