Apesar de foragido, o principal suspeito de ter matado o cartunista Glauco na madrugada da última sexta-feira ligou para o celular da viúva de Glauco, Beatriz Galvão. Segundo o jornal Folha de SP, a polícia rastreou a ligação de Carlos Eduardo Sundfel Nunes, de 24 anos, apontado como o autor dos disparos que também mataram o filho de Glauco, Raoni.

Mas enquanto a reportagem da Folha informa que o suspeito teria pedido perdão para a viúva, o portal R7 afirma, de acordo com a empregada do casal, que o Carlos Eduardo teria ameaçado a mulher, motivo pelo qual ela deixou a residência onde ocorreu o assassinato, na cidade de Osasco, região metropolitana de São Paulo. Ainda segundo reportagem da Folha, a polícia ouviu testemunhas que disseram que o plano de Carlos Eduardo era matar a família inteira.

Leia também:

Motorista do assassino de Glauco é identificado

Polícia segue atrás do assassino de Glauco

Sem mais artigos