Nem a presença de uma paciente na ambulância impediu que seu motorista se envolvesse em uma briga com um policial que parou o veículo. O caso aconteceu em Tulsa, no estado de Oklahoma, nos Estados Unidos e tem duas versões diferentes e até um vídeo, gravado pelo filho da paciente (veja abaixo).

De acordo com o paramédico Maurice White Jr., um carro de polícia estava atrás da ambulância e, ao ultrapassar o veículo, enviou uma mensagem por rádio, avisando que os espelhos retrovisores estavam tortos.

Poucos quilômetros depois, os policiais foram novamente vistos, desta vez com o carro estacionado e sirenes acionadas. O policial, identificado apenas como “patrulheiro Martin” teria saído do carro visivelmente irritado.

Foi então que White entendeu: quando recebeu o aviso sobre os retrovisores, o motorista, Paul Franks, levantou a mão, e o oficial pensou que ele havia feito um gesto obsceno.

O clima começou a esquentar e, mesmo avisando que havia uma paciente que precisava ser levada ao hospital, o policial queria deter o motorista. A situação acabou saindo de controle e os dois se agrediram fisicamente, mesmo com White tentando acalmar os ânimos e encerrar a discussão.

A essa altura, ao voltar para a ambulância para checar o estado da paciente, outro policial ainda tentou algemar o paramédico. Depois de muita confusão, os dois foram liberados e conseguiram chegar ao hospital, onde outros oficiais já esperavam por eles, para avisar que o caso será levado às autoridades.
 

Policial e paramédico são filmados brigando nos EUA

Sem mais artigos