O português José Mourinho, ex-técnico do Chelsea e atual treinador da Internazionale de Milão, afirmou neste final de semana a imprensa britânica que aceitaria substituir Alex Ferguson no comando do Manchester United. Como o escocês já anunciou sua aposentadoria para 2010, quando completará 24 anos dirigindo os Diabos Vermelhos, o caminho ficaria livre para um novo profissional.

Tratando o clube inglês como algo irrecusável, Mourinho disse que não hesitaria em acertar com o Manchester. Porém, o português ainda acredita que Ferguson ficará por mais tempo no clube inglês, o que adiaria sua ida para o Old Trafford.

“O Manchester United pertence ao pequeno grupo de clubes pelo mundo que ninguém pode dizer “não”. Mas não acredito que ele (Ferguson) sairá em 2010. Ele será o mesmo daqui a um ano, saudável e feliz. Não vejo razão para ele parar e torço para que continue”, disse ao canal ESPN.

Outro assunto relevante citado por Mourinho durante a entrevista foi uma possível e futura chance de se aventurar no futebol dos Estados Unidos. Descartada de início, uma futura proposta pode ser reconsiderada dentro de alguns anos segundo o português.

“Pode ser meu destino, sim. Não apenas como técnico da seleção nacional, mas até comandando um clube. É o tipo de país em que você sente que necessita fazer alguma coisa. Há um enorme potencial”, explicou Mourinho.

Sem mais artigos