O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (DF), Leonardo Prudente (DEM), anunciou na terça-feira (1º) o afastamento do cargo por 60 dias. O parlamentar foi flagrado em vídeos recebendo dinheiro no escândalo do mensalão do DEM em Brasília. Quem já assumiu no lugar de Prudente é o deputado Cabo Patrício (PT).

“Foi-me oferecida ajuda financeira em dinheiro para a campanha de 2006. Eu recebi o dinheiro e coloquei o mesmo nas minhas vestimentas em função da minha segurança. Eu não uso pasta”, disse Prudente, em entrevista coletiva realizada na segunda-feira (30).

O deputado Junior Brunelli (PSC), corregedor da Casa, também deverá anunciar o afastamento do cargo. Assim como Prudente, o deputado também foi gravado recebendo maços de dinheiro.

Presidente da Câmara do DF se afasta do cargo por 60 dias

Sem mais artigos