O presidente e acionista majoritário da Inter de Milão, Massimo Moratti, disse nesta quarta-feira (dia 15) que o clube pode rescindir o contrato do atacante brasileiro Adriano, que anunciou seu afastamento do futebol por tempo indeterminado. “Talvez a rescisão do contrato possa ser uma das soluções”, comentou o presidente à imprensa. Hoje também está prevista uma reunião entre o representante do jogador, Gilmar Rinaldi, e dirigentes do clube.



“Deixo que as pessoas envolvidas se reúnam e veremos se acaba o assunto. Falamos sobre Adriano há três anos e já tivemos respostas, agora temos de ver qual será a solução mais justa”, completou.



Sobre a possibilidade de Adriano jogar em outro clube uma vez rescindido seu contrato, Moratti comentou que a Inter “não pode tirar de ninguém a liberdade de tomar as decisões que quiser”.



Perguntado em relação a uma possível “traição” do brasileiro, Moratti disse que esta sensação tem “pouco valor” dentro do futebol. “Adriano teve um período difícil e longo, mas o clube fez todo o necessário, assim como o jogador também teve seus esforços”, comentou.


 


Leia também:


 


Revista garante que sumiço de Adriano teve cerveja, traficantes e baile funk


 


Mulher Moranguinho assume namoro com jogador Adriano

Presidente da Inter admite que pode rescindir contrato de Adriano

Sem mais artigos