O presidente do Barcelona, Joan Laporta, afirmou nesta terça-feira (14) que o clube não fará nenhuma loucura para trazer o atacante David Villa, do Valencia.

“Não iremos além da nossa proposta. Temos que conseguir os jogadores que nos interessam em condições razoáveis”, comentou Laporta, deixando entender que o Barça não está disposto a pagar os 50 milhões pedidos pelo Valencia.

“Sempre disse que Villa é um jogador que podia nos interessar em determinadas condições. Se não der, temos outras opções igualmente válidas e avaliaremos qual delas virá nas condições que nos interessam”, explicou.

O Barcelona estaria disposto a pagar aproximadamente 42 milhões de euros pelo atacante. Villa se reuniu ontem com o presidente do clube, Manuel Llorente, para pedir que o libere para o clube.

O caso é semelhante ao do lateral-esquerdo brasileiro Filipe Luis, que já tem tudo acertado e depende de ser liberado pelo Deportivo La Coruña. A equipe pede 14 milhões de euros, enquanto o Barça não está disposto a pagar mais de nove. Com isso, é grande a chance de a equipe voltar sem reforços à pré-temporada, na próxima segunda-feira.

Presidente do Barcelona "não fará loucuras" por Villa

Sem mais artigos